A forma como você abre a porta o seu carro pode evitar acidentes!

Um dos meus maiores medos quando pedalo não é o carro em movimento, nem o avanço do ônibus, nem o sinal de trânsito (mesmo quebrado). É o carro parado. Mas o que um carro parado pode fazer de tão nocivo? Abrir a porta inadvertidamente e dar de cara com o ciclista a caminho que, ao ser pego desprevenido, tem que frear a bicicleta bruscamente, ser ejetado do selim e torcer para que o seu salto no ar termine bem ao chegar no asfalto. Isso já aconteceu comigo algumas vezes, tendo tido dois episódios mais marcantes, do quais escapei graças a minha vocação para 7 vidas. Esse tipo de acidente é tão comum que existe até uma expressão para ele, chamado Dooring.

Os holandeses, experientes na arte de pedalar, criaram um mecanismo bem simples para driblar esse perigo – The Dutch Reach, ou Alcance Holandês. Trata-se de abrir a porta do carro cruzando o seu corpo com a mão que está mais distante da porta. Ou seja, se você é o condutor, deve abrir a porta com a sua mão direita (e não com a esquerda como intuitivamente fazemos). Essa simples medida faz com que você, automaticamente, gire o seu corpo (e o seu olhar) por cima do ombro, sendo capaz de visualizar qualquer bicicleta a caminho, evitando possíveis acidentes.

Na Holanda, essa técnica é ensinada nas auto-escolas e virou norma há alguns anos. 🙂

Anúncios
Vídeo

Myanmar de Bike!

Conhecer a Birmânia (Myanmar) foi uma das mais incríveis experiências da minha vida. Recomendo IMG_2812a todos que conheçam esse país lindo, rico de história e de pessoas puras e autenticamente felizes (ainda). Duas cidades devem estar no seu planejamento de viagem: Bagan e Lago Inle.   Bagan é uma cidade antiga, que foi a capital do primeiro Império Birmanês.

IMG_3176É uma cidade surpreendente, não apenas por suas pessoas, mas pelos mais de 2.000 templos e pagodas, construídos entre os séculos XI e XIII.

Ela se divide entre Old Bagan, New Bagan e Nyaung U. Independente de onde escolher se hospedar, alugue uma bicicleta (normal ou motorizada) para conhecer os IMG_2796tempos e pagodas mais interessantes.IMG_3242

Além da bicicleta, outro meio de transporte que provamos e recomendo é o incrível passeio de balão, organizado pela Balloons over Bagan. É preciso um pouco de sorte para decolar porque, dependendo da época do ano, o excesso de vento não permite um passeio seguro.

Depois de 4 dias em Bagan, partimos para o Lago Inle. Para chegar lá, foi preciso pegar 2 vôos: de BagIMG_4094an a Yangon (capital do país) e, de lá, para o Lago Inle (ou Heho). Chegando lá você tem duas opções: ficar hospedado no próprio lago ou no centro da cidade. Optamos pelo primeiro e adoramos. Os passeios saem de barco do próprio hotel, mas você não fica complemente isolado e dependente de barcos.  Os hotéis têm conexão por terra (estrada única de sentido duplo onde circulam bicicletas, IMG_4098motos, carros, caminhões, charretes, animais e qualquer outro objeto móvel que você possa imaginar, tudo na mais “pacífica” ordem). Então decidimos alugar uma bicicleta e ir para o centro da cidade pedalando. No caminho de volta você pode ainda aproveitar para provar ótimos vinhos na vinícola Red Mountain. O centro da cidade é bastante agitado, com várias lojas, restaurantes, mercados e empresas de esporte de aventura que oferecem trekking e biking na natureza.

Um lugar pra voltar, com certeza. 🙂

Citação

Ciclovia estrelada

É com muita alegria que testemunhamos a criação de novas ciclovias em São Paulo e o incentivo ao uso de bicicletas na cidade. Mas, em países onde a bike como meio de transporte é adotado por mais da metade da população, a novidade é outra – uma ciclovia que brilha no escuro!

van-gogh-starry-night-glowing-bike-path-daan-roosengaarde-1A brilhante (literalmente) ideia foi do artista e designer holandês, Daan Roosegaarde, que explica: “São Linhas Brilhantes (“Glowing Lines”), que fazem parte do projeto de estrada inteligente (“Smart Highway project). Nós desenvolvemos um tipo de tinta, que carrega (via energia solar) durante o dia, e brilha à noite. AsA noite estrelada Van Goghsim, funciona se há bastante sol, e se está nublado, nós fornecemos um pouco de energia para carregá-las um pouco. Nós usamos um painel solar e por isso é uma energia limpa. Além de funcional, eu também acho muito artístico.” A ciclovia iluminada por estrelas – chamada Van Gogh Bicycle Path – está localizada na região holandesa de Eindhoven, onde Van Gogh viveu de 1883 a 1885. Aliás, a própria obra é inspirada em uma de suas mais famosas pinturas – A Noite Estrelada.

O vídeo abaixo é do próprio estúdio de Roosegaarde.

E, caso queira conhecer suas outras invenções, clique aqui.

Aliás, essa ideia de iluminar o caminho de forma estrelada já havia sido feita antes, em Londres, com o nome de Starpath. Veja.

Fonte 

Dia a dia de quem pedala

Acluzesontece sempre diante do sinal fechado…

É uma senhora que puxa conversa sobre o tempo e comenta que faz bolo de nozes por encomenda (daí prometo memorizar seu número e me dou conta que só lembro os 4 primeiros dígitos. Sorry , Dona Edith). 😦

Ou um senhor que pára com sua bicicleta ao meu lado para perguntar se a minha bicicleta é elétrica e fica intrigado quando digo que não, apenas dobrável. Ou ainda o guarda do CET que se aproxima interessado em saber se a minha bicicleta foi muito cara.

Em cada diálogo, conversamos até o sinal abrir. Pedalar para o trabalho muda a maneira como você se relaciona com a cidade e com as pessoas. Assim é o caminho de quem escolhe andar de bicicleta.
Não acontece sempre, mas sempre que acontece o sorriso se abre seguido de um sonoro Bom dia! 🙂

Seu trabalho não tem ducha? Olha isso!

Guarde esse nome: Aro 27 Bike Café. Algo me diz que você ainda vai precisar dele.

Park and ShowerSeja pra você que já vai de bicicleta para o trabalho,

ou pra você que gostaria de ir, mas desiste porque vai suar demais,

aqui está a solução!

Banho, café, bicicletário, loja e oficina! É o “Park n’ Shower” (“Estacione e tome banho”) em São Paulo!!! Amei muito essa ideia, principalmente porque a primavera chegou e o calor faz a gente pensar duas vezes em pedalar pra chegar ensopada no trabalho!

Onde??? Rua Eugênio de Medeiros, 445, próximo ao Largo da Batata e do lado do metrô Pinheiros.

Quando??? 2a feira a 6a feira, das 7h às 20h e Domingo das 10h às 16h

Tomara que essa iniciativa se espalhe como um vírus em São Paulo e outras cidades! Parabéns aos fundadores!